sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Tablet na Igreja – Ah! Se essa moda pega!


O pregador começa todo empolgado sua prédica, transparecendo a todo o publico o seu belíssimo tablet, todo pomposo, lê sua Bíblia eletrônica em cinco versões diferentes, e ainda diz que se quiser tem a Bíblia digital em hebraico e grego.
Quando começa o seu sermão, muito empolgado, principia uma sessão “cheia” do espírito. Antes de usar o tablet, ele usava uma Bíblia de estudo enorme e pesada em suas pregações, tinha um costume de pegá-la e bater no púlpito. Na pregação, ele, com muito “poder” e “autoridade”, começa a falar em línguas estranhas, aí esquece que tá usando um tablet ao invés da Bíblia, pega com toda virilidade e o taca no púlpito de madeira. PRÁ, CRASH, POW, TRINC misturado ao som de vidro quebrando e gritos de glórias a Deus, o pregador se assusta, muda de cor, fica empalamado e sem reação, olha para o projétil de tablet e diz: - Senhor é para tua obra, faz um milagre! A igreja toda começa aquele reteté de oração pelo tablet, imaginem só...

Queridos, hoje gostaria de refletir um pouco com vocês sobre um assunto que me impeliu ponderar. Na era da tecnologia, costumo ver, até em minha própria congregação, alguns membros levando seu celular e/ou Ipad com a e-biblia ou Bíblia eletrônica, até aí é aceitável. Mas, imagino eu, se a moda pega, “os Bíblia” (aqueles que usam a antiga Bíblia de capa preta), como eram chamados, estarão sendo instintos, provavelmente, aqui no Brasil, veremos em pouco tempo, os evangélicos substituindo suas Bíblias tradicionais por parafernálias eletrônicas.
Fico imaginando, os cristãos brasileiros, junto a própria população brasileira que, já não gostam de ler livros, substituindo a nossa amiga de capa e papel, por uma barra eletrônica, é de entristecer.
Conjeturemos um culto daqui uns 10 anos, culto de doutrina, o pastor se esforça ao máximo para ensinar o povo a verdadeira Palavra, aí a igreja toda já substituiu a Bíblia de papel por uma em formato e-book, eletrônica. Provavelmente nesse tempo, o wireless deverá ser de graça, é onde mora o problema. Enquanto o pastor está falando, os jovens estão acompanhando os resultados dos jogos de futebol nos sites esportivos ou então batendo papo em redes sociais, as irmãs do grupo de senhoras assistindo a novela com fones auriculares, os irmãos do ministério consultando o saldo do banco e até comprando um carro pela internet.
Não sou contra o uso de tecnologia para o auxílio e melhoramento da aprendizagem, mas o caso em questão deve ser vislumbrado. Imagine se algum “irmão”, na hora da pregação, fica olhando, lá no cantinho, bem no fundo do templo, pornografia. Vocês podem achar que estou exagerando, mas isso é uma realidade possível. Já peguei jovens, inúmeras vezes, jogando ao celular e namorando pelo MSN através dos aplicativos digitais. É o mal uso da tecnologia, portanto "maléfica", em detrimento ao puro evangelho. Não quero jamais ser grosso, radical, vultoso e/ou atrevido, mas que tenhamos consciência do que estamos fazendo ao evangelho do nosso Senhor Jesus Cristo. Pergunte-se: Como estou usando as tecnologias hodiernas? Será que é para minha edificação ou para minha destruição?

44 comentários:

  1. É uma triste realidade! Espero que reflitam sobre isso, o problema não é ter o tablet, mas a que ele pode conduzir durante um culto.

    ResponderExcluir
  2. Essa moda já pegou aqui no interior irmão. Muitos jovens já levam só a biblia no celular. e outros usam o tablet.

    ResponderExcluir
  3. Janilson, ainda não pegou inteiramente, pois só são alguns, dez ou quinze no máximo, o que digo é todos os membros fazendo isso, ou pelo menos, 80% deles, inclusive o pastor!

    ResponderExcluir
  4. Realmente um instrumento desse pode conduzir os que, de fato, não nasceram de novo a procurarem todos os tipos de aberrações dentro das igrejas. Mas outras perguntas poderiam ser feitas. Será que esses mesmos que cometeriam tais proposições num futuro, hoje não as fazem em outro ambiente também? Será que muitos que levam apenas a bíblia impressa hoje pra dentro das igrejas viajam em seus pensamentos distorcidos da liturgia do culto?

    ResponderExcluir
  5. É Emanuel, esta é outra vertente de discussão!
    Mas, acho que a Bíblia física e impressa, pelo menos, ajuda a muitos prestarem mais atenção e cultuarem a Deus! Isso é fato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve ser até melhor, assim vamos saber nitidamente os que estão desviados dentro da igreja. Vida de joio é parecer com vida de Trigo.

      Excluir
  6. Acredito que todos que tem a mente de Cristo, como referenciou o apóstolo Paulo em 2 Co. 2.16, vivem uma vida em consagração e retidão. Se abstendo do que é mau e andando em santidade. Por onde quer que venhamos colocar os nossos pés estaremos sendo bombardeados pelo nosso adversário (1 Pe. 5.8), ele quer nos destruir a todo custo. Todo objeto que temos em mãos tanto pode ser usado para o mal como para o bem. Tiago em 3.11-12 cita "Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa?
    Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas, ou a videira figos? Assim tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce."

    ResponderExcluir
  7. EMANUEL DISSE TD...ACHO SIM Q A TECNOLOGIA ESTÁ AO NOSSO FAVORE...ANTIGAMENTE ERAM OS PERGAMINHOS, HJ SÃO OS TABLETS, NÃO VEJO PECADO ALGUM NISSO...ANDEMOS POIS, ARRASTANDO PAPIROS

    ResponderExcluir
  8. Eu sou totalmente a favor das novas tecnologias, porém tenho receio de que tome o verdadeiro lugar da adoração a Deus, já que é uma ferramenta que possui muitos "caminhos". Seria muito bom que os nossos pastores observassem mais essa questão e discutissem conosco - a igreja - sobre essa relação: tecnologia X liturgia, para que tenhamos um parâmetro e até mesmo um olhar mais crítico diante desses novos desafios modernos. Apesar de tudo, não deixo minha bíblia impressa de há 12 anos; lá estão as minhas marcas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, os pastores e liderança é quem devem estar abertos pra utilizarem novas ferramentas para falarem das verdades do Senhor. A palavra não muda, a maneira de externá-la deve-se adequar a situação temporal, como o apóstolo Paulo sempre fazia.

      Excluir
  9. Amo seus textos Erick, mas devo infelizmente, desta vez discordar :(
    Amo mt vc e vc sabe disso, sempre muito inteligente...

    ResponderExcluir
  10. Acho que essa preocupação é importante pra que aconselhemos nossa juventude a se desviarem do mal e utilizarem esse recurso dentro da igreja e fora dela para a glória do Senhor.

    ResponderExcluir
  11. Concordo com emanuelfreire , o problema não está no uso de tablets ou uso da bíblia convencional , mas sim na consciência de cada um .Discordar do uso de novas tecnologias, mesmo que essas sejam usadas de maneira errada por alguns , é um pouco radical demais. É só lembrar do uso da televisão. Tempos atrás quando ela era a última tecnologia da moda , muitas igrejas demonizavam o televisor , mas o problema estava no televisor ou no crente? Hoje embora sejam exemplos diferentes o principio é o mesmo e a pergunta ainda é atual: o erro está no tablet ou no crente ?

    ResponderExcluir
  12. Hoje , as mesmas denominações que diziam que televisão era do diabo , usam ela como meio de evangelização.

    ResponderExcluir
  13. Aí, é que está o engano. Imagino que, as pessoas, mesmo tendo a tal "consciência" são mais tentadas a procurar outras alternativas. Exemplo: Durante o culto o pastor fala de um assunto, aí alguém quer conferir isso na internet, aí vê um anuncio, ou uma reportagem e etc... O foco desvia, defender a tecnologia(digo esse tipo) no meio do culto é no mínimo querer por remendos novos em panos velhos, ou vinho novo em odres velhos! Reflitam nisso! A tecnologia além de desvia o homem do conhecimento de Deus, desvia os olhos espirituais. A concentração de uma pessoa com uma Bíblia comum é bem mais diferente que a concentração estando com uma parafernália na mão!!! Pergunto aos amados leitores: Quando você faz uso de um tablet com internet na igreja você realmente se concentra no culto! Menos Emanuel, porque já o vi mandando mensagem na hora do culto, portanto ele já sai do grupo dos "perfeitos" que resistem a tentação da parafernália eletrônica!!! Desculpe-me, mas a verdade deve ser dita! Eu mesmo não ficaria concentrado!

    ResponderExcluir
  14. um dia estávamos em um culto de rua um rapaz estava usando um celular e assistindo videos pornô. Significa o pão o queijo e a faca na mão.

    ResponderExcluir
  15. É isso que estou ponderando Janilson! E isso é escândalo!!!

    ResponderExcluir
  16. Erick na igreja também tem motivos para que os irmãos percam a concentração. Um irmão Beltrano da vida que fica chamando atenção no momento da pregação, falando asneira sem a menor sabedoria. Você sabe bem do que eu estou falando. Na nossa congregação mesmo tem isso.

    Não precisa do celular, do tablet para perder concentração, basta começar a conversar com o irmão ao lado.

    Não vejo a tecnologia como algo que desvia o homem de Deus, mas é algo relativo ao comportamento humano que pode induzir a desviar os olhares; a forma como, quando e porquê o cara usa o tablet, celular ou seja lá ou que for, isso é referente a compartamento do "carinha" refletindo quem o lado pobre, carente espiritual do indivíduo.

    Acho que a solução não deve ser proibitiva quanto ao uso dos dispositivos, mas é uma questão de educação, ensino, enfatizando o bom uso desta ferramenta.

    O exemplo do Janilson Carvalho:

    "um dia estávamos em um culto de rua um rapaz estava usando um celular e assistindo videos pornô. Significa o pão o queijo e a faca na mão."

    Esse cara com esse comportamento precisa de ajuda, não é excluir o celular da vida dele para reverter isso.

    É instruir, conduzir, conversar, tratar o Rapaz sobre o certo e o errado. Essa pessoa precisa conhecer um perito em mudança de comportamento, falar e reconhecer que precisa de ajuda, falar com Jesus!

    ResponderExcluir
  17. Prof. Érik , você mesmo está sendo exemplo de que a tecnologia pode ser usada de maneira positiva e para a edificação espiritual das pessoas . O simples uso da internet através de um blog com o objetivo de orientar e edificar já mostra isso. Por que então culpar o uso do tablet? Se alguém tem tal postura no culto é uma falta de educação , ensino na igreja , etc. O comentário de João foi perfeito , e mais uma vez digo que o defeito está na pessoa e não na tecnologia . Janilson , celular não acessa video pornô sozinho , depende da consciência e do caráter de quem estiver usando ele.

    ResponderExcluir
  18. Querido irmão Felipe, você não entendeu o que escrevi, não falei em proibir, nem tampouco coibir, mas pedi para refletirmos, este é um problema que contagia todos nós, por isso, trás tanto constrangimento e opiniões divergentes, o uso da tecnologia deve ser responsável, portanto não deve atrapalhar o culto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Professor , me permita discordar mais uma vez e assim encerrar minha participação nesse assunto . O seu texto por ser curto e usar poucos argumentos é simples de ser entendido, talvez não da forma como o irmão queira,na minha opinião apenas não deixa claro onde está realmente o erro , se nas "Tecnologias Maléficas" ( que para mim não é um termo correto pois na minha opinião o que é malefico é a mente do homem ) ou na postura dos irmãos. Por isso eu pergunto : para você o erro está nas "tecnologias maléficas" ou na postura das pessoas? Eu e outras aqui nesses comentários apenas concordamos de que o erro esteja não no uso das tecnologias e sim na postura das pessoas.Mas talvez nós não tenhamos realmente entendido seu texto. Enfim em nenhum momento disse que o amado está falando em proibir ou coisa parecida o uso da tecnologia. Quando o usei como exemplo foi para enfatizar minha opinião de que o erro está na pessoa e não na tecnologia.
      Deus te abençoe e fico feliz em descobrir um blog onde podemos expor nossas opiniões sobre fatos atuais no mundo cristão.

      Excluir
  19. Eu mesmo não troco a minha Bíblia pela a eletrônica. Uso sim a Bíblia eletrônica só quando estou a conversar com alguém pelas redes Sociais, ou na EBD quando quero achar algumas referencias Bíblicas mais rápido.
    Muito bom esse texto do Professor Érick Freire, parabéns pela coragem, pois serve como antídoto para advertir aqueles que muitas vezes estão alienados e fissurados pela tecnologia. Contudo, devemos ter a Palavra de Deus guardada em nossos corações para não pecar. Salmos 119.11 Guardei no coração a tua palavra para não pecar contra ti.

    ResponderExcluir
  20. Erick observou bem, realmente ele deve ter me visto mandando mensagens. Sempre ao ser lido versículos no culto os publico no face do Som do Altíssimo. Espero que Érick compre um Tablet ou um celular com recursos de Internet para poder entender que esta ferramenta o ajudará bastante. Mas cada um resolve deixar a sua mente da forma que lhe convém. Graça e paz se multipliquem na vida de todos.

    ResponderExcluir
  21. Para todos entenderem, Emanuel Freire é meu irmão! (risos)

    ResponderExcluir
  22. Óh Tablet rogai por nós pecadores agora e na hora de nossa morte! AMÉM!

    ResponderExcluir
  23. Ótimo! gostei do assunto e dos comentários, concordo com João, felipe Aciole e gostei bastante do comentário da irmã Evilásia Vitorino, ela não condenou o uso dos aparatos tecnológicos, apenas deu um exemplo equilibrado de como se usa esses recursos. Concordo com Aciole, o texto, a princípio é tendencioso ao tradicionalismo, parece que o colunista condena a tecnologia, quando na verdade faz uso desta. No entanto, dar para perceber também que o autor aqui, na verdade quiz foi provocar a todos a fim de que reflitamos sobre essa realidade, particularmente, acho o celular tão nocivo que qualquer outro aparelho, então, mais uma fez parabenizo Aciole pela sua observação, o problema não estar na tecnologia e sim nas pessoas, é obvio que o novo sempre atrai um pouco, cabe às instituições de ensino e as igrejas, capacitar, admoestar e preparar o seu povo. Não esqueçamos que toda instituição deva ter suas regras, e que, a tecnologia, muitas vezes sendo usada como instrumento de destriuição, pode e deve ser usada a benefício de todos pricipalmente do evangelho

    ResponderExcluir
  24. Vejam esta postagem retirada de: http://boatosdosapostolos.com.br/pastor-quebra-tablet-de-membro-de-sua-igreja/
    "O pastor Andy Rubin fez uma pesquisa durante alguns anos, pesquisando produtos da empresa da maçã e concluiu: “Isso é uma obra de satanás pra levar nossos jovens ao pecado“. Concluindo esta pesquisa, nesta segunda (28), Andy tomou uma decisão e quebrou o iPad de um membro de sua igreja. Segundo ele o aparelho eletrônico tem na verdade uma mensagem diabólica.

    “Bem, sabemos que o símbolo da empresa é uma maçã mordida, isto, simboliza o pecado. E também as pessoas ficam cutucando este aparelho, o que significa? as pessoas estão tocando no pecado, traduzi a palavra ‘touchescreen’ e quer dizer nada mais na menos que “tocando no pecado” (Pastor ainda complementa que fez aulas de inglês no curso rápido de 1 dia “Aprenda inglês em apenas 1 dia por 10 reais”, proposta recebida no seu e-mail). E também o nome né, iPad traduzido ao português quer dizer “eu peço”. Incentiva os jovens a ficar só pedindo bençãos, realmente é um projeto do capeta este aparelho!”. – Andy Rubin

    Segundo ele, se algum irmão aparecer com algum produto da empresa ele quebrará e tacará fogo, e que os irmãos não devem tocar em tablets e sim tocar em Deus".

    ResponderExcluir
  25. Quem não tem temor a Deus e não sabe o que convém usará o aparelho para caminhos tortuosos, mas o certo é que o joio crescerá com o trigo e nem a Judas foi negado a Ceia, só a Deus cabe julgar a cada um onde um dia todos irão comparecer para lhe prestarem contas.

    ResponderExcluir
  26. Os crentes de Beréia iriam gostar da modernidade que temos hoje, pois imagino o quanto deviam ser demorados os cultos deles, pois tudo era conferido nas escrituras, rolos, rolos e mais rolos eram consultados, não acho que o processo era rápido.

    ResponderExcluir
  27. Meus amados, devemos entender que nosso dia tem 24 horas e que todas devem ser dedicadas a Deus, porem existem outras tarefas do cotidiano que dividem nossa dedicação, a exemplo: nosso trabalho, família, amigos, estudos...enfim, não podemos confundir o uso de equipamentos tecnológicos com o momento onde devemos nos dedicar exclusivamente a Deus. Acho proveitoso o uso de um tablete, notebook ou qualquer ferramenta tecnológica na congregação desde que com objetivo didático. O problema é que em muitos casos, alguém poderá usar esse recurso para outras atividades durante o culto tais como acessar sites de relacionamento, enviar mensagens, ver videos e outras coisas a mais. Também devemos nos conter nos lugares onde estivermos de forma a não constrangermos outras pessoas com uma condição mais favorecida. Sabemos que existem congregações especificas onde a maioria pertence a classe alta, porem na grande maioria das outras teremos pessoas de poder aquisitivo baixo. Devemos ter cuidado com o nosso comportamento diante dessas pessoas para que as bençãos de Deus em nossas vidas não sejam motivo de constrangimento para elas. Eu recomendo que usemos de tudo que dispusermos para glória do reino de Deus com sabedoria e humildade.

    ResponderExcluir
  28. Em fim, após provocados e induzidos até a raiva (risos), digo a vocês, se formos seguir o pensamento do relativismo filosófico de alguns que comentaram aqui, deveríamos liberar então o uso de bebidas alcoólicas aos irmãos, pois se o uso é relativo, então todo e qualquer uso é relativo. Acho que a concentração é desviada, a tentação é grande, mesmo que pareça ser bonito "enviar versículos para a rede social" na hora do culto, sem brechas e insofismaticamente o cristão que pára para enviar uma mensagem, deixa de adorar e cultuar, ora, se no próprio veículo (automóvel) é proibido o uso, pois, segundo estudos científicos se perde a concentração, quanto mais no culto que é mais do que concentração racional, é conexão transcendente!!!

    ResponderExcluir
  29. A paz a todos , muito interessante esse texto . Após a leitura tanto dele quanto dos comentários , gostaria de expor minha opinião. Concordo com o autor do texto em parte, realmente assim como ele acho que deve existir muito cuidade e em muitos casos até se proibir o uso dessa parafernalha tecnologica nos cultos, principalmente por causa daqueles que são fracos na fé. Discordo dele quando ele fala de relativismo filosofico , não vi em nenhum momento nesses comentários essa postura relativista, isso é até ofencivo . Seu último comentario com esse argumento de induzir e provocar o leitor ,que já é bem velho, mostra uma postura parcial e tendencialista e um certo toque de soberba por parte do autor, comportamento que acaba estragando seu trabalho e desrreispeitando aqueles que discordam dele . Tem um comentario que eu gostaria de destacar , o da irmã Evilasia . Foi perfeito, mostra bem o exemplo de como a tecnologia deve ser usada , e olha que se realmente existisse uma postura filosofica relativista ela seria o maior exemplo , pois usa tanto a biblia quanto o tablet. Deus abençoe a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Julio Cesar, querido irmão, quando falo de relativismo filosófico, não falo brincando, nem tampouco diminuindo alguém, pelo contrário, muitos dos nossos pensamentos refletidos são originados em filosofias que, aprendemos na interação social contínua, existente na sociedade, não condenei qualquer pensamento e opinião, só tenho uma posição dura em relação ao uso desregrado de tecnologias na hora do culto independente de ser dentro ou fora de um templo físico, o que falo não é ofensivo, mas é uma opinião contundente, Paulo, apóstolo, tinha uma postura muitas vezes e não era ofensivo, mas quem se sentia ofendido, geralmente, estava errado. Eu não falei em induzir o leitor, pelo contrário, provocar não é sempre negativo, peço encarecidamente que procure conhecer a etimologia do verbo provocar, outra, por mais que o querido irmão defenda a imparcialidade, ela não existe, sempre temos a tendência, mesmo que dissimuladamente demonstrar nossas opiniões. A minha ideia em provocar, e fazer com que as pessoas falem como o querido falou, produzir conhecimento, trazer a tona opiniões inteligentes como a sua. Inclusive, a irmã Evilásia é minha mãe (risos) e ela concordou plenamente com o artigo. Querido, a posição da irmã Evilásia em nenhum ponto tem relativismo filosófico, pelo contrário, ela é enfática e diz que o uso no lugar da Bíblia é errado, e o parâmetro do artigo, é a contrariedade e o desrespeito em substituir a Bíblia (Capa e papel) por uma "Bíblia eletrônica" que não é só uma Bíblia, mas uma parafernalia eletrônica que, desconecta o verdadeiro sentido de culto, por algo que foi criado para entreter!
      Se não, no mais, teria eu excluído os 12 comentários contrários a minha opinião! Fica na paz.
      Do irmão em Cristo,
      Erick Freire.

      Excluir
  30. A Paz do Senhor Amados. Tenho percebido que essa questão têm embaraçado a muitos irmãos e de certo maneira criado uma confusão na cabeça de uma parte do povo de Deus. Parece que querem pegar a DEUS e prender dentro de um livro ou de um aparelho eletrônico. Não podemos nos esquecer que no Livro dos Atos dos Apóstolos, Capítulo 17, Versículo 24, a Santa Palavra nos diz que: "O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens;". Que maravilha. O Livro dos Salmos também nos diz no Salmo 37, Versículo 31 que se as Sagradas Escrituras estiverem guardadas em nosso coração, nossos pés não resvalarão. Um dia chegará em que nem as Biblias e nem os Tabletes irão existir ou seja, passarão os céus e a terra mas, a Palavra do Senhor permanecerá. Um grande abraço em todos vcs queridos irmãos e deixo pa sua meditação 1 Pedro, Capítulo 1.
    alguns segundos atrás · Curtir

    ResponderExcluir
  31. Eu acredito que todo acesso a informação seja válido...e ultimamente realmente estou muito preocupado com os "crentes"...não com o que carregam ou em que formato(digital ou de papel) ele carrega a bíblia mas com a forma com que levam as suas vidas. afinal, eu mesmo passo por isso. Muitas vezes fui interpelado por irmãos que me questionaram até de forma desconfortavel a respeito de eu nao ser tao crente por nao estar carregando uma biblia...e nem perceberam que eu estava com um instrumento de uns 15 kg na mao. minha biblia geralmente é no celular...por praticidade...acesso e estudo facil e rapido...pra quem quer e usa com inteligencia é uma benção.

    Por isso acredito que pensar em algo como ter a biblia em tablet ou celular seja algo válido no sentido de entender que se deve ter bom uso...mas a mesma otica é valida pra quem carrega uma biblia do tamanho de um caminhao e nao pratica nem sabe o que há escrito nela. preferível fosse que andasse com ela no celular...usasse com sabedoria e vivesse estudando no seu Ipad enquanto escuta uma musica abençoada. A bíblia tabém pode ser deixada no banco, não ser lida...portanto a questão do bom uso é válida para os dois...entao tê-la no celular faz parte do mundo e suas mudanças...

    usemos isso para bênção...e entendamos que Deus não quer que carreguemos biblias nem tablets, nem em celulares, nem em papel(outro meio de perpetuar a informacao)...mas sim que a coloquemos em prática em sua totalidade...e isso hoje e dia está RARÍSSIMO...e por isso prefiro mostrar que sou crente com o meu testemunho...mesmo sem ostentar uma enorme bíblia na mão.

    ResponderExcluir
  32. O temor do Senhor é o princípio da sabedoria não é verdade?

    Infelizmente é isso aí: Ei jovem, cadê sua Bíblia? Não se pode usar isso não, tenha respeito á Palavra do Altíssimo!

    Ih pastor, nada a ver. Estou em Jesus agora, e tu mesmo me ensinou sobre a liberdade!

    Verdadeiramente, sem lei não há crime e nem pecado!

    Graça e paz!

    http://gustavooliveiraleiegraca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  33. Já que tudo é proibido e pecado não seria melhor então viver fora da Igreja? Pois quem será salvo neste mundo moderno com tanta tecnologia, vai ser em vão ser crente.

    ResponderExcluir
  34. a paz de Cristo
    Enquanto eu puder, nos grupos em que tenho o privilégio de liderar, não aceito ninguém sem bíblia, e celulares ou tablets ficam desligados.
    Claro que tenho sido muito criticada por alguns, mas até aqui o Senhor tem sido comigo. E essa regra tem sido respeitada.

    ResponderExcluir
  35. Amém, Marjory, continue assim, reunião não é entretenimento, vai usar um tablet na hora de uma audiência na justiça pra ver o que acontece? Usem um tablet na hora que estiver dirigindo e verão as consequências!

    ResponderExcluir
  36. Verdadeiramente professor Erick vc tem razão, trabalho com Jovens e Sou Jovem e Sei como eles se comportam em questão ás redes sociais e jogos na hora do Culto.

    ResponderExcluir
  37. Ate que enfim encontrei alguem que pensa como eu! Penso que nao deveriamos substituir a Biblia impressa pela Biblia eletronica! Outro dia estava pensando sobre isso e o que me veio em mente foi que as pessoas ja nao estao mais comprando Biblia impressa pois e so baixar um aplicativo no celular ou tablet pra que gastar em uma Biblia se pode ter de graça! Mas tambem comecei a pensar se quando o anticristo se manifestar ele vai permitir esses aplicativos que tem a Biblia? claro que nao! Ai o povo que nao tem uma Biblia impressa ja nao vai mais ter a palavra de Deus pra ler e tambem nao vai encontrar para comprar porque ele ( o anticristo ) vai recolher todas! Isso das pessoas so usar Biblia eletronica ja pode ser uma estrategia do inimigo!!!

    ResponderExcluir